• Home
  • Notícias
  • Correntistas do Banco do Brasil podem receber cobranças por boleto bancário

Correntistas do Banco do Brasil podem receber cobranças por boleto bancário

Publicado em

Em setembro, centenas de descontos de coparticipação do Plano de Saúde, enviados para cobrança via débito automático no Banco do Brasil, não foram processados em razão de não autorização por parte do correntista.

Para que não sejam prejudicados, os beneficiários correntistas do Banco do Brasil que não autorizaram o débito automático estão recebendo as cobranças por boleto bancário, emitido pelo Bradesco. Fique atento: o nome do beneficiário a quem se refere o débito (que pode ser o titular, dependente ou agregado) consta na parte interna do documento. 

O boleto pode ser pago em qualquer agência bancária ou casa lotérica até o dia 23 de setembro. Após essa data, o boleto será aceito por até 10 dias apenas em agências do Bradesco. Valores pagos após o vencimento estão sujeitos a aplicação de juros e multa, conforme regulamento dos planos.

Entenda os débitos em conta

Os descontos de contribuição e/ou coparticipação são enviados para débito em conta sempre que os valores não são processados em contracheque. Isso acontece quando o valor do débito é maior que o limite de margem consignável ou por problemas na operacionalização da rubrica de coparticipação, que não possui prioridade no desconto. Os casos de recálculo de contribuição que resultam em valores inferiores a R$ 10,00 também são encaminhados diretamente para débito em conta bancária. Caso não haja saldo suficiente disponível em conta ou o débito em conta não tenha sido autorizado pelo correntista para o devido desconto, a cobrança é enviada por boleto bancário emitido pelo Bradesco.

Para evitar problemas de inadimplência, os participantes devem acompanhar os valores mensais de contribuição e coparticipação informados no Autoatendimento Agros e compará-los com os valores descontados em contracheque e/ou em conta corrente. Caso os valores não coincidam, devem procurar mais informações na Gerência de Relacionamento.  Além disso, os beneficiários correntistas do Banco do Brasil devem procurar sua agência para autorizar que os débitos do Agros sejam processados de forma automática e estar atentos ao saldo disponível em suas contas. Para que a autorização seja efetivada, o débito já precisa ter sido enviado ao banco pelo Agros, portanto, a orientação é que a autorização seja feita no último dia útil do mês.

Dúvidas podem ser esclarecidas com a Gerência de Relacionamento, presencialmente ou pelo telefone 3899-3500 – opção 1. 

 


Agros: previdência, saúde e qualidade de vida no presente e no futuro!