• Home
  • Notícias
  • Mudança nos recálculos relacionados ao auxílio saúde

Mudança nos recálculos relacionados ao auxílio saúde

Publicado em

O Agros implementou, em fevereiro, uma mudança na rotina de recálculo das contribuições ao plano de saúde causado pelo repasse do auxílio saúde suplementar.

A partir de agora, recálculos gerados por diferença no repasse do auxílio saúde suplementar serão cobrados dos participantes e não mais da patrocinadora UFV.

Ou seja, caso o SIAPE envie para o Instituto um valor de auxílio saúde menor do que o devido, a diferença será descontada do participante. A cobrança será realizada no contracheque do titular, na rubrica 34202, seq. 2, como já acontece nos casos de cálculo pró-rata por adesão de dependentes.

O novo processo foi definido juntamente com a Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas da UFV (PGP/UFV) e passou a valer a partir da competência janeiro de 2018 (folha de pagamento de fevereiro de 2018).

Dúvidas podem ser esclarecidas na Gerência de Relacionamento do Agros, presencialmente, pelo telefone (31) 3899-6550 – opção 1, ou ainda pelo e-mail  contatos@agros.org.br.

 

Entenda o recálculo

O valor mensal de contribuição ao Plano de Saúde é enviado para o SIAPE (responsável pelos descontos em contracheque) até o dia 10 de cada mês. De um mês para outro podem acontecer variações no valor de contribuição final do participante em função de mudança de faixa salarial do titular ou adesões/cancelamentos/suspensões de beneficiários do grupo familiar. Para verificar essas mudanças ocorridas após o fechamento da folha de pagamento, todo mês é feito um novo cálculo de contribuição do mês anterior, cruzando o valor do auxílio-saúde (subsídio repassado pelo governo) recebido e o valor calculado pelo Agros.

Se após o recálculo for identificado que o participante teve aumento em sua contribuição, a diferença entre o que ele deveria pagar e o que ele pagou é descontada no contracheque. Se o participante teve redução de contribuição, o valor pago “a mais” é devolvido a ele por meio de crédito em conta-corrente.

Os recálculos de contribuição estão previstos nos planos de custeio dos produtos geridos pelo Instituto, assim como a responsabilidade do participante assumir o custeio integral caso não haja repasse do subsídio.

 

Agros: previdência, saúde e qualidade de vida no presente e no futuro!