Novas regras para adesão ao Plano de Saúde

Publicado em

A partir de 1º de junho, os beneficiários que aderirem ao Plano de Saúde do Agros, fora dos prazos regulamentares, deverão preencher a Declaração de Saúde informando a existência de Doenças ou Lesões Preexistentes (DLP). Nesses casos, a adesão será efetuada com Cobertura Parcial Temporária (CPT), ou seja, carência de 24 meses para a realização de procedimentos de alta complexidade – PAC (tomografia, ressonância, dentre outros), cirurgias e leito de alta tecnologia (UTI, unidade coronariana ou neonatal) para tratamento de DLP declaradas.

Os procedimentos de alta complexidade encontram-se especificados no Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde da ANS, disponível no site www.ans.gov.br. O Capítulo IX dos Regulamentos dos Planos de Saúde do Agros tratam das Doenças ou Lesões Preexistentes.

Fique atento: Nos casos de reintegração ao plano de saúde, após 30 dias, o beneficiário estará sujeito ao preenchimento da Declaração de Saúde e seu retorno ao plano poderá ocorrer com cumprimento de todas as carências, inclusive com cobertura parcial temporária nos casos de doenças ou lesões preexistentes.

Também entraram em vigor, a partir de junho, as novas regras da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) sobre portabilidade de carências na mudança de plano de saúde. As regras constam na Resolução Normativa 438/ 2018. Clique aqui  para acessar o material produzido pela ANS sobre o assunto.

Dúvidas podem ser esclarecidas com a Gerência de Relacionamento, pelo telefone (31) 3899-6550 – opção 1 ou pelo e-mail gre@agros.org.br.

 

Agros: previdência, saúde e qualidade de vida no presente e no futuro!