Relembre regras do EMAADI do Plano B

Publicado em

Em 2016 e 2017, os participantes do Plano B que não recebiam benefício do Agros puderam requerer o Empréstimo de Amortização Aleatória Diferida (EMAADI).

O Agros relembra as condições para a quitação desse empréstimo:

- Se o participante se aposentar por invalidez, o EMAADI será amortizado mensalmente no benefício de complementação de aposentadoria paga pelo Agros. Ao falecer, caso haja saldo remanescente, o valor será descontado do Pecúlio por Morte;

- Em caso de morte do participante, o saldo devedor referente ao EMAADI será descontado do valor do Pecúlio por Morte;

- Em caso de migração do Plano B, o saldo devedor do EMAADI será descontado do valor a ser portado para outro plano.

- Uma vez que é um empréstimo, o EMAADI também pode ser quitado a qualquer momento por opção do participante, por meio de pagamento parcial ou total do valor devido. O participante que optar por essa quitação deve procurar a Gerência de Relacionamento do Instituto, para orientações sobre como proceder.

 

EMAADI

O Empréstimo de Amortização Aleatória Diferida (EMAADI) é uma modalidade de empréstimo, de requerimento opcional, que tem como base a reserva de poupança individual, que corresponde às contribuições e/ou joias efetuadas pelos participantes no período de 1993 (ou do ano em que entrou na UFV, se depois disso) até dezembro de 2015.

Como todo empréstimo e conforme estabelecido em contrato, o EMAADI é corrigido pela meta atuarial do plano (INPC + juros reais), mesma correção aplicada à reserva de poupança do participante.

 

Agros: previdência, saúde e qualidade de vida no presente e no futuro!