• Home
  • Notícias
  • Alteração do regulamento do plano Agros CD-01 é aprovada pelo Conselho Deliberativo

Alteração do regulamento do plano Agros CD-01 é aprovada pelo Conselho Deliberativo

Publicado em

Em 2018, o Agros propôs alterações no regulamento do Plano Agros CD- 01, com o objetivo de tornar o plano da modalidade contribuição definida mais flexível para os participantes, mantendo a solidez e confianças trazidas pelos 40 anos de experiência do Instituto,

A proposta de alteração foi divulgada no INFOagros de janeiro de 2019, disponível para leitura em https://www.agros.org.br/institucional/informativos.

Após as alterações serem avaliadas e aprovadas pelos atuários responsáveis, o novo regulamento foi analisado e aprovado pelo Conselho Deliberativo do Agros em 12 de novembro de 2019, por meio da Resolução 398/2019. O novo regulamento será enviado ainda em dezembro para aprovação da Superintendência Nacional de Previdência Complementar (PREVIC).

Dentre as mudanças apresentadas está o nome do plano, que deixará de ser chamado Agros CD-01 para se tornar InvestPrev. “O novo nome reflete o desejo de quem procura o Agros de ter uma previdência associada a um investimento rentável, com benefícios no presente, ao mesmo tempo em que tem a oportunidade de garantir financeiramente seu futuro”, destaca a gerente de Previdência do Instituto, Rita de Cássia Valente Neto.

 

Confira as principais alterações aprovadas pelo Conselho Deliberativo:

  • Alteração do nome do Plano para  InvestPrev;
  • Possibilidade de resgates parciais - o participante poderá resgatar até 20% dos valores oriundos das suas contribuições normais vertidas ao Plano, a cada 2 (dois) anos;
  • Possibilidade de adesão de cônjuge ou companheiro (a), dependentes econômicos e familiares do titular;
  • Possibilidade de recebimento de documentação para adesão por meio digital;
  • Possibilidade de envio ao participante de documentação de comprovação de inscrição por meio digital;
  • Envio de notificação prévia em caso de cancelamento de inscrição por falta de pagamento das contribuições básicas;
  • Possibilidade de modificação nos meses de alteração da contribuição básica, a partir da definição da Diretoria Executiva;
  • Alteração no prazo de suspensão das contribuições básicas: o participante poderá suspender o aporte da Contribuição Básica por no máximo 24 (vinte e quatro) meses;
  • Alteração nos critérios de elegibilidade e das formas de recebimento do Benefício de Renda Mensal: prazo mínimo de acumulação de 36 (trinta e seis) meses ou o saldo mínimo de 1.000 (um mil) quotas patrimoniais e idade mínima de 18 (dezoito) anos;
  • Possibilidade da antecipação de até 25% do saldo acumulado de conta, em pagamento único, quando do recebimento do Benefício de Renda Mensal e da Pensão por Morte;
  • Possibilidade de inclusão de Benefício Temporário, calculado sobre percentual do Saldo de Conta Total do Participante de acordo com o período de acumulação de recursos no Plano;
  • Possibilidade de contratação adicional de benefícios de risco, como de invalidez ou morte, por meio de companhia seguradora contratada pelo Agros.

Leia o regulamento na íntegra, com as principais alterações em destaque, em: https://www.agros.org.br/institucional/plano-cd-01Conheça as alterações aprovadas pelo Conselho Deliberativo para envio à Previc.

 

Agros: previdência, saúde e qualidade de vida no presente e no futuro!