• Home
  • Notícias
  • ANS determina suspensão da cobertura de teste sorológico para covid-19

ANS determina suspensão da cobertura de teste sorológico para covid-19

Publicado em

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) suspendeu a cobertura dos testes sorológicos (para detecção de anticorpos IgA, IgG ou IgM) para covid-19 pelos planos de saúde.

Segundo notícia publicada no site da ANS, a Agência recorreu da decisão judicial que determinava a cobertura do exame sorológico “com base no risco que uma incorporação sem a devida análise criteriosa poderia causar para os consumidores”. Existem indícios de falhas nos resultados desse tipo de teste, que é feito a partir da coleta de sangue e pode indicar um “falso negativo”, ou seja, pode não detectar que uma pessoa está com a doença. Clique aqui para conhecer as características dos testes para covid-19 realizados no Brasil.  

O diretor-presidente substituto da ANS, Rogério Scarabel explicou “que ainda não há segurança quanto aos danos e benefícios advindos dessa incorporação para o sistema de saúde suplementar.  [...] e, além de todas as questões científicas, pontuou que do ponto de vista regulatório todas as incorporações impactam nos custos assistenciais do sistema suplementar e esses impactos são repassados aos beneficiários de planos de saúde”.  A matéria completa no site da ANS pode ser lida aqui.  

A suspensão começou a valer em 17 de julho. A inclusão dos testes sorológicos no Rol de cobertura dos planos será discutida em uma audiência pública no dia 24 de julho, da qual qualquer pessoa interessada poderá participar mediante inscrição prévia. 

 

Exame com cobertura pelo Agros

Desde março o Agros cobre o exame RT-PCR quando ele é indicado por profissional de saúde para beneficiários com sintomas da doença.  A liberação do exame, que é considerado o mais eficaz para detecção do coronavírus, é feita de acordo com as diretrizes clínicas estabelecidas pela ANS.

 

Fique atento: Para evitar a contaminação e a propagação do coronavírus, as autoridades de saúde mantêm as recomendações de utilização de máscara e de distanciamento social.

Os beneficiários que tiverem sintomas da doença devem entrar em contato com o teleatendimento da Amparo ou procurar o serviço de saúde de suas cidades.

 

Agros: previdência, saúde e qualidade de vida no presente e no futuro!