Investimentos do Agros em tempos de Covid-19

Publicado em

A pandemia do novo coronavírus (Covid-19) trouxe um cenário que levou o mundo inteiro a uma série de inseguranças. E quando se fala em mercado financeiro esse cenário não é diferente e traz, também, um elevado grau de incertezas na hora da tomada de decisões sobre os investimentos. Entretanto, as Entidades Fechadas de Previdência Complementar (EFPCs), como o Agros, possuem vantagens comparativas em relação aos demais setores, pois trabalham com análises dos investimentos voltados, em sua grande maioria, para longo prazo.

Ao longo dos anos, o Agros foi construindo um portfólio de investimentos bem diversificado, o que, neste momento de crise, tem sido fundamental para mitigar riscos e reduzir perdas. E, apesar das incertezas do momento, o Instituto segue com uma postura ativa em relação aos seus investimentos e continua movimentando sua carteira, sempre com embasamento técnico e avaliação de riscos, reuniões periódicas do comitê de investimentos e conectado ao cenário econômico nacional e internacional.

 

Ferramentas para tomada de decisões

Segundo especialistas em investimentos, quando se pensa a longo prazo, os momentos de crise não são momentos para se fugir do risco, mas sim para usar ferramentas de apoio para tomada de decisão e dar andamento aos processos. Nessa linha, o Agros utiliza ferramentas para montagem de seu portfólio de ativos para que seus investimentos ocorram de forma madura e com embasamento técnico, mesmo em meio às incertezas do cenário atual.

Entre as ferramentas utilizadas pelo Instituto em seu processo de tomada de decisão de investimentos, destaca-se o ALM (Asset Liability Management), um estudo feito anualmente para se ter o alinhamento entre ativo e passivo dos Planos A e  B, com o intuito de garantir a liquidez necessária para cumprir suas obrigações com a melhor rentabilidade possível.

Destaca-se, também, os serviços contratados de uma consultoria financeira que avalia riscos, rentabilidades e enquadramento da carteira do Agros. A avaliação dos investimentos é contínua e mensalmente os resultados são apresentados e discutidos com o Comitê de Investimentos. Essa consultoria orienta, também, no ato da tomada de decisão para aquisição de novos ativos, avaliando riscos e cenários e ranqueando os potenciais investimentos.

 

Legislação e governança

O Agros está sujeito ao cumprimento da Resolução do Conselho Monetário Nacional (CMN) nº 4661/2018, que dispõe sobre as diretrizes de aplicação dos recursos garantidores dos planos administrados. Possui também vários normativos internos que norteiam as suas operações em investimentos, de acordo com determinação da Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc) e as boas práticas de investimentos recomendadas por órgãos e consultorias relacionadas. Entre esses normativos, destacam-se a Política de Investimentos, que é aprovada anualmente pelo Conselho Deliberativo; o Manual de Investimentos e Alocação de Ativos; e o Manual de Seleção, contratação e acompanhamento de terceiros prestadores de serviços na área de investimentos (custodiantes, gestores, administradores, consultorias, etc).

Tanto a Resolução nº 4661 quanto os normativos internos definem segmentos e limites de investimentos e riscos nos quais o Agros pode estar inserido. Além disso, também seguindo as definições feitas por esses normativos, o Instituto possui uma estrutura de governança para a gestão de seus investimentos bem definida, composta por: Gerência de Investimentos, Diretoria Executiva, Comitê de Investimentos, Administrador de Riscos e Administrador Estatutário Tecnicamente Qualificado, Conselho Deliberativo e Conselho Fiscal. Cada um desses entes possui sua alçada de análise, avaliação, tomada de decisão e fiscalização, o que oferece uma segurança ainda maior aos processos.

 

Pagamento de benefícios em dia

Em relação ao cumprimento das obrigações, o Agros possui planejamento do pagamento de seus benefícios, e por isso não se faz necessária nenhuma operação extraordinária nesse momento. Além disso, o Instituto possui superávit nos seus planos A e B, o que garante ainda mais tranquilidade mesmo diante desta crise.

Como uma posição de segurança a todos os participantes que confiam a nós o seu patrimônio, reafirmamos o compromisso da manutenção dos pagamentos dos benefícios em dia. 

 

Confiança no presente e no futuro

Prezando pela transparência e pelo seu dever fiduciário, o Agros publicará, periodicamente, o posicionamento da carteira de investimentos dos planos, no intuito de que participantes e assistidos possam acompanhar mais de perto os reflexos das ações que estão sendo tomadas pela entidade.

Reafirmamos o compromisso explícito em nossa missão, de gerir planos de previdência e de saúde com eficiência, segurança e sustentabilidade, proporcionando aos beneficiários condições para melhor qualidade de vida​.

Mais informações sobre os investimentos ou outros esclarecimentos podem ser solicitados pelo e-mail contatos@agros.org.br.

 

Agros: previdência, saúde e qualidade de vida no presente e no futuro!