• Home
  • Notícias
  • [ATUALIZADA em 31/03] Suspensão dos atendimentos presenciais e outras orientações...

[ATUALIZADA em 31/03] Suspensão dos atendimentos presenciais e outras orientações relacionadas ao coronavírus

Publicado em

Diante das orientações da Organização Mundial da Saúde e do Ministério da Saúde referentes ao coronavírus, o Agros informa e recomenda que:

- A partir de 17 de março o atendimento presencial estará suspenso na sede do Agros e nas unidades de atendimento de Belo Horizonte, Florestal e Rio Paranaíba, por tempo indeterminado. O atendimento telefônico* está mantido, assim como o atendimento via e-mail (gre@agros.org.br). Essa ação visa evitar a aglomeração de pessoas, principalmente idosos e outros grupos de risco, enquanto aguardam o atendimento, além de garantir a segurança dos funcionários.

[Atualização de horários publicada no dia 24/03/2020]

*Em Viçosa – (31) 3899-6550, das 7h às 19h e (31) 3899-6560, das 19h às 7h, aos finais de semana e feriados.
*Em Belo Horizonte: (31) 3227-5878, das 9h às 15h.
*Em Florestal: (31) 3536-2100, das 7h às 17h.
*Em Rio Paranaíba: -  atendimento telefônico temporariamente suspenso, em razão do impedimento de circulação de pessoas no campus da UFV.
 

- Está suspensa a obrigatoriedade de realização de Prova de Vida pelos beneficiários que recebem suplementação do Agros. Diante da situação atual, os beneficiários que não realizarem a prova de vida terão seus benefícios pagos normalmente; quando os atendimentos presenciais forem normalizados, o Agros entrará em contato para informar sobre a necessidade de comparecimento ao Instituto.

 

Estão suspensos os atendimentos do Semente - Serviço Agros de Atenção à Saúde Mental e as atividades do Serviço Agros de Atenção aos Beneficiários Hipertensos e Diabéticos. Os participantes desses serviços serão informados quando as atividades forem retomadas. 

 

As viagens da Linha Saúde (Viçosa-BH) também estão suspensas. Os beneficiários com viagem agendada devem aguardar contato da Gerência de Relacionamento.

 

- O atendimento presencial da Ouvidoria também está suspenso. As solicitações (de reanálise, reclamações, denúncias, críticas ou elogios) podem ser registradas pelo e-mail ouvidoria@agros.org.br.  [Atualização publicada no dia 31/03/2020]

 

Os beneficiários do Agros que estiverem com sintomas associados ao coronavírus – dor de garganta, coriza, tosse seca, febre e dificuldade para respirar -  podem entrar em contato por telefone com uma central para receber orientações.   [Atualização publicada no dia 24/03/2020]

Os contatos podem ser feitos pelos números: 0800-605-1100 - ligação gratuita de qualquer cidade do país

(31) 3048-1100 - Belo Horizonte

(31) 99345-7889

(31) 99345-8597

Em Viçosa,  a Prefeitura definiu que "pessoas com sintomas como coriza, febre, tosse e/ou que vieram de outros países ou cidades com registro da doença Covid-19, provocada pelo novo coronavírus, ou que tenham tido contato com pessoas com esse histórico" devem telefonar para a central epidemiológica da Secretaria de Saúde ANTES de procurar atendimento hospitalar. Os telefones de contato são:  (31) 3892-5900 ou 5553. Clique aqui para mais informações sobre o protocolo instituído pela Secretaria de Saúde de Viçosa.  [Atualização publicada no dia 18/03/2020]

  

- Se possível, os beneficiários devem adiar a realização de cirurgias eletivas (que não são de urgência ou emergência), seguindo a recomendação do Ministério da Saúde de liberar leitos hospitalares para o atendimento de eventuais casos mais graves relacionados ao coronavírus.  

Devem adiar também a realização de exames laboratoriais e consultas de rotina. Dessa forma, evita-se o contato com ambientes de possível contágio. Caso seja necessário comparecer, presencialmente, a algum estabelecimento da rede credenciada, sugerimos que entrem em contato para confirmar os horários de atendimento. Muitos estabelecimentos de saúde estão com horários especiais de funcionamento como medida de prevenção ao coronavírus ou para atendimento de casos suspeitos. [Atualização publicada no dia 24/03/2020]  

 

- Os beneficiários devem manter “distanciamento social”, dentro do possível, e evitar ir ao pronto-socorro ou unidades de saúde para avaliação de situações que não sejam de urgência ou emergência, assim como evitar ambientes com alta probabilidade de contágio da doença. Aqueles que podem ficar em casa devem fazê-lo, principalmente os idosos.

 

- O Ministério da Saúde lançou o aplicativo Coronavírus-SUS, com esclarecimentos sobre os sintomas, como se prevenir e o que fazer em caso de suspeita e infecção, entre outras informações. Ele está disponível para download no Google Play e na App Store.

 

Essas medidas são provisórias. A colaboração de cada um é essencial para garantir a saúde de todos. 
Com os cuidados adequados, em pouco tempo a situação será normalizada.

 

O Agros está acompanhando os desdobramentos da situação no país e manterá os beneficiários informados caso novas medidas sejam adotadas.  

 

Confira abaixo as medidas de prevenção recomendadas pelo Ministério da Saúde e clique aqui para acessar a cartilha completa. 

 

 

Agros: previdência, saúde e qualidade de vida no presente e no futuro!