Administração

organograma-agros-2013


O Conselho Deliberativo é o órgão superior de deliberação e orientação do Agros. Compete ao Conselho Deliberativo a decisão sobre as políticas e planos encaminhados pela Diretoria Executiva e novas proposições, de acordo com previsto na legislação vigente e no Estatuto do Agros.

 

Composição do Conselho Deliberativo:

Efetivos Suplentes
José Luis Braga (presidente)  José Júlio de Souza
Augusto César de Queiroz Moacir Albuquerque Gomes de Lima
Eduardo Rezende Pereira -
Luciana Aparecida Silva Vicentina das Dores Martins Ferreira
Adriel Rodrigues de Oliveira Jansen Cardoso Pereira 
Moacil Alves de Souza Weliton Rodrigues

 

Pauta da próxima reunião do Conselho Deliberativo

ATAS do Conselho Deliberativo 

Resoluções do Conselho Deliberativo

 

O Conselho Fiscal é o órgão de fiscalização geral das ações administrativas, contábeis e financeiras, de acordo com o previsto na legislação vigente e no Estatuto do Agros.

Composição do Conselho Fiscal:

Efetivos Suplentes
Maria Olímpia dos Santos Silva  (presidente) José Geraldo de Freitas
Fernando Pinheiro Reis Luís Otávio Pacheco
José Aparecido de Paula  Daniel Lima Carneiro
Valter Ladeira de Freitas Edson de Araújo

 

 

Resumo das Atas do Conselho Fiscal


A Diretoria Executiva do Agros é uma instância colegiada, composta pelos três Diretores: Geral, de Seguridade e Administrativo-Financeiro, sob a coordenação da Diretoria Geral. Compete à Diretoria Executiva a definição das diretrizes e políticas orçamentárias, de gestão de pessoal, de bens e serviços, de acordo com o previsto no Estatuto do Agros.

 

Compete à Diretoria Executiva apresentar ao Conselho Deliberativo:

  • o orçamento-programa anual e suas eventuais alterações;

  • o balanço geral e o relatório anual de atividades;

  • os planos de custeio e de aplicação do patrimônio;

  • propostas sobre a aceitação de doações, a alienação de imóveis e a constituição de ônus ou direitos reais sobre os mesmos;

  • propostas de criação de novos planos de seguridade;

  • propostas sobre a admissão de novos patrocinadores;

  • propostas sobre abertura de créditos adicionais, desde que haja recursos disponíveis;

  • propostas sobre reforma deste Estatuto e do Regulamento Básico;

  • proposta sobre o plano salarial do pessoal da instituição e suas revisões.

 

Compete ainda à Diretoria Executiva:

  • aprovar os quadros e a lotação do pessoal do Agros;

  • aprovar o manual dos direitos e deveres do pessoal;

  • aprovar a designação dos chefes dos órgãos técnicos e administrativos do Agros, assim como de seus agentes e representantes;

  • aprovar a criação, transformação ou extinção dos órgãos locais;

  • aprovar a celebração de contratos, acordos e convênios que não importem na constituição de ônus reais sobre bens do Agros;

  • autorizar a aplicação de disponibilidades eventuais, respeitadas as condições regulamentares pertinentes;

  • autorizar alterações orçamentárias de acordo com as diretrizes fixadas pelo Conselho Deliberativo;

  • orientar e acompanhar a execução das atividades técnicas e administrativas, baixando os atos necessários;

  • aprovar a aquisição de bens imóveis, desde que previstas no plano de aplicação do patrimônio;

  • aprovar o plano de contas do AGROS e suas alterações.

  • Regulamento Básico do AGROS fixará as atribuições dos seus Diretores.

 

Composição da Diretoria Executiva:

Cláudio Furtado Soares Diretor Geral
Marcílio Rodrigues Martins Diretor Administrativo-Financeiro
Áurea Maria Resende de Freitas Diretora de Seguridade

 

A Diretoria Geral, dentre outras atribuições e prerrogativas, é responsável pela direção e a coordenação dos trabalhos da Diretoria Executiva; a representação do Agros judicial e extrajudicialmente; a nomeação de prepostos e procuradores; a decisão sobre admissão, transferência, punição e promoção de empregados; a supervisão da administração do Agros na execução das atividades estatutárias e das medidas tomadas pelo Conselho Deliberativo e pela Diretoria Executiva; a aprovação e a supervisão dos trabalhos desenvolvidos nas unidades administrativas ligadas diretamente à Diretoria Geral. 

As unidades administrativas ligadas diretamente à DGE são a Assessoria de Comunicação (ASC), a Assessoria Jurídica (ASJ), a Assessoria de Planejamento, Orçamento e Riscos (APR) e a Secretaria Executiva (SEC).

A  Diretoria de Seguridade é responsável pelo planejamento e a execução das atividades de previdência, saúde e de relacionamento com participantes e profissionais de saúde, envolvendo decisão sobre a inscrição de participantes e beneficiários, credenciamento de profissionais, divulgação de informações referentes aos planos, homologação de concessão de benefícios, a aprovação e a supervisão dos trabalhos desenvolvidos nas unidades administrativas ligadas diretamente à Diretoria de Seguridade. 

As unidades administrativas ligadas diretamente à  Diretoria de Seguridade são a Gerência de Previdência, a Gerência de Saúde  e a Gerência de Relacionamento.

A  Diretoria Administrativo-Financeira é responsável pelo planejamento e a execução das atividades financeiras, patrimoniais e de administração de pessoal, material e serviços gerais; a execução orçamentária, o controle da carteira de empréstimos, dos investimentos; a divulgação de informações referentes à evolução econômico-financeira do AGROS; a aprovação e a supervisão dos trabalhos desenvolvidos nas unidades administrativas ligadas diretamente à Diretoria Administrativo-Financeira. 

As unidades administrativas ligadas diretamente à DAF são a Gerência Administrativa, a Gerência de Contabilidade, a Gerência Financeira, a Gerência de Gestão de Pessoas, a Gerência de Investimentos e a Gerência de Tecnologia da Informação.


Unidades Administrativas

A Assessoria de Comunicação é responsável pela administração dos recursos e processos de comunicação interna e externa do Agros, envolvendo o planejamento de ações, os jornais e boletins oficiais, o serviço de ouvidoria, a gestão do e-mail oficial, o conteúdo das páginas na internet e na intranet, o relacionamento com a imprensa, o controle da identidade visual, o acompanhamento da produção de material publicitário, a produção e a revisão de textos em geral.

A Assessoria de Planejamento, Orçamento e Riscos é responsável pela supervisão e a execução das atividades de controles internos e de riscos, pela verificação e a notificação, se for o caso, da observância de políticas, normas, manuais, procedimentos, documentação, sistemas, métodos de trabalho, bem como a aplicação do planejamento estratégico e do orçamento do Agros.

A Assessoria Jurídica é responsável pelo enquadramento do Agros dentro das normas legais, mediante o acompanhamento da legislação pertinente; pela atuação na advocacia preventiva, com a emissão de pareceres, elaboração e, ou, revisão de contratos e outros documentos e pelo atendimento aos participantes; pela atuação na advocacia litigiosa, na interposição de ações e na defesa de demandas judiciais em todos os níveis de jurisdição.

A Secretaria Executiva é responsável pelo apoio administrativo nas reuniões dos Conselhos Deliberativo e Fiscal e da Diretoria Executiva; pela execução de atividades de secretaria no âmbito do Instituto; pelo controle do arquivo de documentos do Agros; e o assessoramento da Diretoria Executiva em demais projetos e trabalhos.

A Gerência de Previdência é responsável pela administração dos planos de previdência, envolvendo gestão de receitas previdenciárias, reserva de poupança do participante, base cadastral específica e perfil de participantes e beneficiários; pelo pagamento de benefícios, programas e serviços voltados para a educação financeira e previdenciária, acompanhamento de avaliações atuariais e geração de informações para órgãos reguladores e fiscalizadores.

A Gerência de Relacionamento é responsável pela administração dos processos de relacionamento com participantes, beneficiários e prestadores de serviços de saúde, envolvendo a gestão do cadastro de participantes e beneficiários do Instituto, pelos atendimentos voltados para previdência, saúde e empréstimo e geração de informações para órgãos reguladores e fiscalizadores.

A Gerência de Saúde é responsável pela administração dos Planos de Saúde com suas diretrizes voltadas para ações curativas e de promoção da saúde, envolvendo arrecadação, auditoria técnica e administrativa, pagamento da rede credenciada e reembolso a participantes, credenciamento e negociação, programas e serviços voltados para a promoção da saúde e prevenção de doenças, acompanhamento de avaliações atuariais e geração de informações para órgãos reguladores e fiscalizadores.

A Gerência Administrativa é responsável pela administração da infraestrutura para o funcionamento do Agros, envolvendo compras, estoque, controle patrimonial, sistema de telefonia, viagens, recebimento e expedição de documentos, gestão da carteira imobiliária, conservação dos imóveis do Instituto e gestão de contratos com prestadores de serviços.

A Gerência de Contabilidade é responsável pela administração contábil e tributária do Instituto, envolvendo a movimentação financeira e econômica, as obrigações, a conciliação de contas patrimoniais e de resultados, bem como a geração de informações e suporte aos órgãos estatutários do Agros, para a auditoria independente e para órgãos reguladores e fiscalizadores.

A Gerência de Gestão de Pessoas é responsável pela administração de pessoal, com suas diretrizes voltadas para a promoção e preservação do ambiente de trabalho seguro e saudável, envolvendo o provimento e o desenvolvimento de pessoas, o pagamento, a medicina do trabalho, a disseminação de valores, os programas e serviços voltados para a qualidade de vida no trabalho e responsabilidade socioambiental, a geração de informações para órgãos reguladores e fiscalizadores, bem como pelo assessoramento em questões inerentes à gestão de pessoas e ao desenvolvimento organizacional.

A Gerência de Investimentos é responsável pela gestão financeira dos Recursos Garantidores das Reservas Técnicas junto ao mercado financeiro, envolvendo aplicações em renda fixa, renda variável, carteira de empréstimos a participantes, desenvolvimento da Política de Investimentos, atuação no Comitê de Investimento e geração de informações para órgãos estatutários do Agros e auditorias independentes.

A Gerência de Tecnologia da Informação é responsável pela administração dos recursos de tecnologia da informação do Agros, envolvendo o gerenciamento da rede local de computadores, a coordenação da implantação dos sistemas de gestão, o desenvolvimento e a aplicação de políticas de segurança da informação, a gestão do banco de dados, a gestão dos sites/portais do Agros na internet e na intranet e o suporte aos usuários de computadores e sistemas.

A Gerência Financeira é responsável pelo controle financeiro do Agros, envolvendo pagamentos e recebimentos, acompanhamento do fluxo de caixa e das contas bancárias, o controle das inadimplências, a liberação de recursos para pagamentos e aplicações e a liquidação dessas operações no sistema de controle financeiro.